Acompanhe as notícias mais atualizadas do segmento.

Top Of Mind

22 de novembro de 2013

Petronas Twin Towers

Por que erguer apenas um arranha-céu quando se pode erguer dois? Guiado por esse pensamento, o arquiteto americano Cesar Pelli concebeu as Torres Gêmeas Petronas, ou Petronas Twin Towers.

1

Situada em Kuala Lumpur, na Malásia, a superestrutura de 453m de altura também abocanhou o título de mais alto arranha-céu do mundo, ao lado da Sears Tower, em Chicago, título que perderia alguns anos depois para o Taypei 101 e que hoje pertence ao Burj Khalifa, construído em Dubai, em 2010. Em 1994, as torres entraram para a lista dos mais famosos edifícios duplos do mundo, ao lado do World Trade Center e do Swedens Kungstornen, de 1925.

A obra é resultado de um plano das autoridades locais de Kuala Lumpur de criar um distrito financeiro e nele erigir um símbolo da modernidade e do crescimento da economia malaia. Os 88 andares das torres foram construídos em concreto, com uma fachada de aço e vidro que remete a elementos da arte e da arquitetura islâmica, reflexo da forte presença da religião muçulmana na Malásia.

2

Uma passarela flexível conecta as duas torres na altura do 42o andar, oferecendo uma vista espetacular da cidade. Juntas, as torres têm mais de 32 mil janelas. Como os vidros cobrem mais de 56 mil metros quadrados da superfície total dos edifícios, foi necessária atenção especial na escolha do tipo mais adequado. O códigos de construção regionais exigem que o envidraçamento externo de edifícios altos seja composto por vidros laminados ou temperados. Dada à sua melhor performance nos quesitos segurança, isolamento acústico, durabilidade, controle solar e redução de ruído, a escolha recaiu sobre os laminados.

3

Fonte: Vidro Impresso

Faça seu comentário