Acompanhe as notícias mais atualizadas do segmento.

Top Of Mind

25 de setembro de 2013

Sentidos aguçados

Residência em Tóquio assinada por Kazutoshi Imanaga recorre a amplas superfícies envidraçadas para produzir estímulos sensoriais.

1
(Vista do jardim)

Na residência Sense, assinada pelo arquiteto japonês Kazutoshi Imanaga, extensas paredes de vidro com pé direito duplo conferem um ar contemporâneo ao jardim central e a todos os cômodos que o circundam. O nome da casa, afirma o arquiteto, refere-se ao caráter principal dos ambientes, minuciosamente concebidos para estimular cada um dos órgãos sensoriais. Com linhas marcantes, a residência abusa da transparência, que, presente nos fechamentos por meio das amplos panos envidraçados, abre vistas através de toda a extensão da casa, conectando espaços internos e externos.

2
(Paredes de vidro conectam os espaços de convivência da casa)

Cercado por vidro, o jardim constitui ponto essencial para o estímulo dos sentidos. A ampla luminosidade solar que incide ali se espalha por todos os lados, trazendo uma aura de aquecimento e luz aos espaços ao redor. A fonte e o espelho d’água se encarregam de criar um ambiente refrescante e produzir os agradáveis efeitos sonoros. Quando abertas, as portas deslizantes de vidro permitem com que o cheiro fresco da vegetação seja levado aos ambientes internos, garantindo uma integração ainda maior com o lado de fora da casa.

 

4
(Integração total entre sala de visitas e jardim)

5
(Cores e luzes do jardim incidem através do vidro, levando aquecimento e tons quentes aos quartos)

Fonte: Vidro Impresso

Faça seu comentário